Aceleração da pandemia leva 22% da população de SP à fase vermelha do Plano SP

50 0

Desenvolvimento Regional alerta que 7 regiões do estado regridem para etapa mais restritiva e anuncia ampliação na capacidade hospitalar 

Da Redação – Na coletiva de imprensa desta sexta-feira (22), o Governo do Estado anunciou a 19ª atualização do Plano SP. As regiões de Barretos, Bauru, Franca, Sorocaba, Taubaté, Presidente Prudente e Marília recuam ou permanecem na fase vermelha. Deste modo, 22% da população do estado passam a se situar na fase vermelha. Cinco regiões, representando 78% da população, incluindo a Grande SP, vão para a fase laranja. 

Além disso, haverá restrições totais em todas as regiões no período noturno, das 20h às 6h, de segunda a sexta-feira. Aos finais de semana, a mesma regra valerá por todo o dia no sábado e domingo. 

A maior preocupação é o avanço rápido da doença no Estado, que já registra aumento de 42% no número de novos casos e de 39% de óbitos nos primeiros 21 dias de janeiro, em comparação com o mesmo período de dezembro. As taxas de ocupação hospitalar permanecem em ascensão. 

Na terceira semana epidemiológica de 2021, o Governo de SP constatou aceleração da pandemia no mundo e em todo o Brasil. O mesmo ocorre no estado de SP. Tem havido incremento no número de casos, internações e óbitos. Nos últimos 45 dias, constatou-se uma circulação mais intensa do vírus. Objetivando reduzir esta dinâmica no estado e seguindo recomendações do Comitê de Contingenciamento, o Plano SP foi assim recalibrado para conter o vírus. 

Hoje, a taxa de ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 71%. Em vista disso, o Estado está reforçando o sistema com 756 novos leitos intensivos e de enfermaria em hospitais estaduais, até o final do mês. O hospital de campanha de Heliópolis também será reativado na estrutura interna do prédio do Ambulatório Médico de Especialidades, na zona Sul da Capital, que volta a operar com 24 leitos intensivos. A retomada do hospital de campanha e a ampliação da rede é fruto de análise técnica e de planejamento com base no monitoramento do cenário e visando assegurar atendimento igualitário à população. 

O Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, alertou que o momento é de muita atenção e recomendou que, nas praias do litoral paulista, os gestores municipais atentem para que os frequentadores façam atividades estritamente individuais, pois foram as aglomerações de final de ano que impulsionaram a circulação do vírus. 

Quanto à campanha de vacinação contra a Covid, o Secretário de Saúde Jean Gorinchteyn informou que, até ó dia de hoje, mais de 78 mil pessoas já receberam a Coronavac. 

Regras para a fase laranja do Plano SP 

Na etapa laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido. Já na fase vermelha, a mais rígida, apenas as atividades consideradas essenciais podem funcionar. 

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Aceleração da pandemia leva 22% da população de SP à fase vermelha do Plano SP"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *