Advogado critica Bolsonaro e desperta a fúria de bolsonaristas

2560 2

Lembras que és tão bom como o que de melhor tiveres feito na vida

Billy Wilder.

Advogado critica Bolsonaro e desperta a fúria de bolsonaristas

Em debate realizado na CNN Brasil no último dia 1° de maio, comentando as declarações do presidente Jair Bolsonaro que disse que queria que os trabalhadores voltassem a trabalhar, o advogado Ariel de Castro Alves afirmou que “o lema do presidente é o lucro, a economia e o dinheiro acima de tudo e a vida abaixo de tudo”. Disse ainda que “Bolsonaro pode acabar se transformando num genocida se continuar com essa obsessão para que as pessoas estejam nas ruas. Parece que ele quer ver pilhas de corpos em todo Brasil”. O advogado afirmou que “graças a Deus prefeitos e governadores possuem autonomia para a tomada de medidas de distanciamento social, senão estaríamos perdidos diante das intenções do presidente Bolsonaro”. Ariel declarou ainda que o presidente desdenha das mortes, enquanto deveria estar visitando hospitais, apoiando estados e municípios, indo em velórios e dando condolências às famílias das vítimas. “Uma junta médica e psiquiátrica precisa verificar a insanidade ou até psicopatia do senhor Jair Bolsonaro. Ou se ele é mesmo irresponsável e trata o governo como se estivesse num boteco com os amigos na beira da praia”, tripudiou o advogado. Sobre a necessidade de o governo apoiar a população que mais precisa, diante da insistência do presidente contra o isolamento social, Ariel ressaltou que a grande raiva dos bolsonaristas é de terem que implementar programas sociais, como renda básica e outras medidas, que são reivindicações históricas dos setores e partidos de esquerda. O advogado ainda afirmou que o papel do Estado é garantir a vida das pessoas. “Muitos fazem carreatas e não passeatas, porque não querem ficar contaminados. Defendem a volta ao trabalho, mas são pessoas que, em geral, não colocam a mão na massa, mas querem colocar funcionários expostos a contaminações”, alfinetou Ariel.

Frase:

Muito triste ver pessoas que se dizem cristãos e evangélicos fazendo carreatas pelo fim do distanciamento social. Parece até uma Seita Satânica, já que ainda promovem aglomerações e gritam pela volta do AI-5 e da ditadura.

Ariel de Castro Alves, advogado e militante social, ao criticar a postura do presidente Jair Bolsonaro e aos seus apoiadores

Frase:

Muito obrigado a todas as empresas, empresárias e empresários que estão sendo solidários neste Comitê ao longo destas últimas sete semanas. Vocês estão dando um bom exemplo de solidariedade e apoio a quem mais precisa!

João Dória, governador de São Paulo, ao anunciar um balanço das doações para combater o coronavírus no Estado de São Paulo

SP arrecada R$ 577,7 milhões em doações durante pandemia

O Governador João Doria anunciou, nesta segunda-feira (4), que a campanha do Estado com a iniciativa privada já arrecadou R$ 577,7 milhões em doações para combater o novo coronavírus. O montante foi obtido junto a 362 empresas que integram o Grupo Empresarial Solidário de São Paulo, que atua em conjunto com as autoridades estaduais no enfrentamento à pandemia do COVID-19. Todo o processo está sendo auditado pela PricewaterhouseCoopers Brasil, com apoio da Deloitte na organização dos processos. João Doria agradeceu especialmente às 134 empresas doadoras. As doações das últimas duas reuniões por teleconferência, realizadas em 27 de abril e 4 de maio, somam R$ 77,7 milhões e são ações de 28 empresas ou entidades por meio de recursos financeiros, produtos e serviços. Ao todo, as doações também arrecadaram alimentos, produtos de higiene, equipamentos hospitalares e de proteção individual para profissionais da saúde e das forças de segurança, entre outros materiais. A Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, integrante do Comitê Executivo do Governo Covid-19, destaca a importância desses recursos como alternativa à fonte própria Tesouro do Estado. “Com a perda econômica de receitas, como do ICMS, precisamos desses recursos. E o compromisso é priorizar ações voltadas ao combate do coronavírus, com uma parte significativa das doações arrecadadas em dinheiro destinadas às ações de promoção social, como doações de cestas básicas e higiene”, ressaltou.


VAPT-VUPT

DOAÇÕES 1

  • O Governo de São Paulo tem uma comissão responsável por organizar doações de entes privados e da sociedade civil durante a crise do coronavírus. São aceitas doações em dinheiro, serviços e materiais, de acordo com critérios estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde. O Estado elaborou uma cartilha para orientar doadores a contribuir sem a incidência de impostos.

DOAÇÕES 2

  • As doações em dinheiro são concentradas no Fundo Social de São Paulo. Todas as informações estão disponíveis no site http://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/doacoes/. Os contatos podem ser feitos pelo WhatsApp (11) 98882-1341 ou pelo e-mail doacaodebens@sp.gov.br.

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL

  • Durante a assembleia de prefeitos, nesta segunda-feira, realizada por meio de video-conferência, os alcaides do Grande ABC debateram a ferramenta COVIData, desenvolvida pela Universidade Federal do ABC (UFABC) e lançada na última assembleia de prefeitos, em parceria com o Consórcio Intermunicipal Grande ABC. A plataforma digital será tema de reunião entre a entidade regional e a instituição de ensino nesta quarta-feira (6) para análise da dispersão do novo coronavírus na região.

SOLIDARIEDADE

  • O Grupo Socialismo ou Barbárie e o coletivo Professores em Movimento, do PSol, promovem uma campanha de solidariedade. O objetivo é arrecadar e distribuir alimentos não-perecíveis, itens de higiene pessoal e produtos de limpeza aos trabalhadores carentes das periferias do Grande ABC Paulista. Todo o dinheiro arrecadado será destinado as famílias em situação de vulnerabilidade social.

Fake News podem prejudicar saúde dos pacientes, alerta médico oncologista da Unifesp

As Fake News são um grande perigo para a saúde da população. A exposição a informações falsas e enganosas pode reduzir a adesão dos pacientes aos tratamentos recomendados pelos especialistas. “As notícias mentirosas podem diminuir a sobrevida dos pacientes, principalmente aqueles em tratamento contra doenças como o câncer”, ressalta Ramon Andrade de Mello, médico oncologista, professor da disciplina de oncologia clínica da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e da Escola de Medicina da Universidade do Algarve (Portugal). O especialista é um dos autores de um artigo publicado recentemente na revista científica ESMO Open, da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (da sigla em inglês ESMO). O texto relata os suportes aos pacientes e seus familiares no combate às Fake News em medicina. “Os impactos vão desde a adoção de outros procedimentos no tratamento até ao uso de medicação inadequada”, aponta o professor da Unifesp. O médico oncologista explica que outro grande problema das Fake News é a indicação do uso de remédios inadequados para determinados tratamentos. “Existe um mercado pirata de medicamentos, que podem até mesmo levar à morte o paciente. Temos ainda aqueles que não têm comprovação científica da sua eficácia”, alerta o especialista. Para combater a desinformação, o médico oncologista indica que as pessoas procurem a orientação dos profissionais da área. Em caso de pesquisa, a sugestão é buscar informações em sites das sociedades da área médica. “Nos últimos anos, a multiplicação das Fake News está avassaladora e tem provocado grande influência na população. As pessoas também devem denunciar os responsáveis por essa prática criminosa”, ressalta o professor da Unifesp.

Total 4 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

2 Comentários on "Advogado critica Bolsonaro e desperta a fúria de bolsonaristas"

  1. Sérgio Pefgi

    Easesempresarios amigos de Doria estão doando sangue uma pouca parte do esquema que roubaram junto com Doria que é experto nisso. Então se devolvesse tudo que desviaram d os cofres públicos d aa O seriam milhões mas bilhões.

  2. Val Ferreira da Silva

    Só uma obs: Jair Bolsonaro, Presidente, se tinha algum crédito, esse cala a boca de hoje, foi um tiro no pé,completamente despreparado para conduzir o Brasil, principalmente na situação em que nos encontramos!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *