Padaria em São Bernardo furta quase 7 milhões de litros de água

808 0

As aparências não enganam. Para quem sabe observar, cada homem traz estampado no rosto a descrição de sua alma…

K.G.

Padaria em São Bernardo furta quase 7 milhões de litros de água

Uma padaria localizada no Jardim Laura, em São Bernardo, foi flagrada furtando água da Sabesp. O responsável pelo imóvel foi levado para a delegacia pela Polícia Civil durante operação conjunta da companhia com a Secretaria Estadual de Segurança Pública. O estabelecimento constava do cadastro da Sabesp desde 2013 com a ligação suprimida, ou seja, com o fornecimento de água suspenso. Entretanto, durante a vistoria realizada na manhã desta quinta-feira, foi constatado que a supressão havia sido violada. A estimativa é que nesse período tenham sido furtados quase 7 milhões de litros de água. A quantia é equivalente ao consumo diário de 46 mil moradores de São Bernardo. Na delegacia, o proprietário foi indiciado por furto. A pena para esse crime é de 1 a quatro anos de reclusão, além da aplicação de multa e do pagamento retroativo à Sabesp. Durante a operação, outros três casos de furto de água em residências foram constatados nos bairros dos Casa, Alvarenga e Jardim Tupã. Em duas delas o hidrômetro estava manipulado e em outra a ligação era direta com a rede de abastecimento. Em todos os casos, os responsáveis também foram encaminhados à delegacia para o registro de boletim de ocorrência. Para identificar esse tipo de crime, a Sabesp trabalha com as equipes de caça-fraude, que acompanham o consumo e vistoriam os imóveis. Além disso, conta com a colaboração dos próprios moradores, que podem relatar casos suspeitos pela Central de Atendimento (195) ou pelo Disque-Denúncia (telefone 181). A chamada é gratuita e não exige a identificação de quem telefona. Nas operações conjuntas realizadas em janeiro de 2017, foram registrados outros 32 boletins de ocorrência contra furtadores de água na Região Metropolitana de São Paulo. Paralelamente, a Sabesp também realiza verificações diárias que também podem resultar em indiciamento.

Frase:

A fraude prejudica toda a população. Quem comete o crime não se preocupa com o desperdício, pois acredita que não irá pagar pelo alto consumo. É comum entre fraudadores deixar torneiras abertas e não consertar vazamentos. Isso se torna ainda mais grave depois da pior seca da história da Grande São Paulo, ocorrida entre 2014 e 2015

Trecho final do texto encaminhado pela Comunicação da Sabesp sobre o furto de água por uma padaria no Jardim Laura e em mais três residências, nos bairros dos Casas, Alvarenga e Jardim Tupã

Frase:

O prefeito Orlando Morando quer fazer na Câmara de São Bernardo o mesmo que o PSDB fez na Assembleia Legislativa: governar sem oposição!

Julinho Fuzari, vereador de São Bernardo, que acusa o prefeito tucano de, com a nomeação de parentes de vereadores que fizeram oposição nas eleições, tentar aumentar a sua base de apoio no Legislativo. Segundo ele, até mesmo um partido de oposição já estaria fazendo “oposição para tucano ver”

Prefeitos participam de missa de Ação de Graças pelas novas administrações

Os prefeitos do ABC participaram, na noite desta quarta-feira (8), de uma missa em ação de graças pelo início das novas administrações da região. A celebração, realizada na Catedral Nossa Senhora do Carmo, em Santo André, foi presidida pelo bispo Dom Pedro Cipollini, que encaminhou o convite aos chefes dos Executivos das sete cidades por meio do presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando. A missa também contou com a presença de autoridades dos poderes Legislativo e Judiciário, além de representantes das Polícias Civil e Militar e demais forças de segurança pública. Durante a cerimônia, Dom Pedro ressaltou a união como elemento fundamental para a superação dos desafios da região, assim como a responsabilidade dos governantes em atender às necessidades da população. “Meus parabéns pelo desafio que vocês tiveram coragem de voluntariamente assumir. Não foram vocês que tomaram posse no dia 1º de janeiro, foi o povo que tomou posse de vocês. Assim, a política é uma das mais altas formas de caridade”, afirmou o bispo. Ao fim da celebração, Orlando Morando, representando os sete prefeitos da região, agradeceu o convite de Dom Pedro e apontou desafios não apenas em âmbito regional, mas também em perspectiva nacional. “Este é um evento que unifica a fé, a religião e, acima de tudo, de orar em um momento difícil que atravessam o Brasil e o Grande ABC. Atualmente, sofremos com tanto desemprego e com uma onda de violência pelo país afora. Tenho convicção que vamos superar este momento difícil”, afirmou Morando. Após a cerimônia, os prefeitos participaram do plantio de sete mudas de cambuci, representando cada uma das sete cidades, em um canteiro da Praça do Carmo, em frente à catedral. O ato simbolizou a união dos municípios da região. O ABC é pioneiro no uso e desenvolvimento de produtos feitos com o cambuci, além de liderar o resgate histórico da presença do fruto típico da Mata Atlântica na gastronomia local.


VAPT-VUPT

LEI CIDADE LIMPA 1

  • A Prefeitura de São Caetano do Sul e a Aciscs (Associação Comercial e Industrial de São Caetano do Sul) estiveram reunidas nesta segunda-feira (6), na sala de reuniões do Palácio da Cerâmica, onde ficou decidido que a Lei Cidade Limpa (4.831/09) será remodelada com propostas de comerciantes e industriais. “Trazer a Aciscs é de fundamental importância para o Governo, pelo que representa no fomento da economia da cidade. Vamos sentar com vocês, empresários, para remodelarmos a lei, a quatro mãos, para ir ao Legislativo o mais rápido possível. Esperamos que até o Dia das Mães (maio) a lei já esteja em pleno funcionamento”, comentou o prefeito José Auricchio Júnior.

LEI CIDADE LIMPA 2

  • Quem também colocou o trabalho da Sedert (Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho) à disposição foi o secretário Silvio Minciotti. “Essa presença maciça aqui demonstra a pujança e a vontade de desenvolver nossa cidade. Além de repaginarmos a Cidade Limpa temos como metas não perder nenhum empresário da cidade e consolidar novos investidores para expandirmos receitas”, complementou Minciotti. Estiveram presentes cerca de 60 comerciantes e industriários, além dos vereadores Tite Campanella e Eduardo Vidoski representando o Legislativo.

PICHAÇÕES ENTULHO

    • O prefeito José Auricchio anunciou que está em processo de criação um Projeto de Lei a ser encaminhado à Câmara Municipal, que pretende acabar com as pichações na cidade e também contra o despejo indiscriminado de entulho. Segundo ele, as atividades continuam sendo praticadas. “Existem pesquisas que afirmam que as pichações são itinerantes e, com certeza, com o arrocho sobre os pichadores na capital, eles poderão migrar para São Caetano e não queremos isso. E, com relação aos entulhos, há locais em que até seis carretas de entulho de construções civis são retiradas durante a semana”, finalizou Auricchio.

São Caetano participa do Encontro Município Transparente, do Governo Federal

A Prefeitura de São Caetano marcou presença nesta segunda-feira (6) no Encontro Município Transparente, realizado em São Paulo pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União. O evento do Governo Federal trata da excelência na aplicação dos recursos públicos federais. “Foram abordados assuntos de grande relevância para São Caetano, principalmente para a formatação da nova Controladoria que se pretende implantar no município”, afirma a assessora de gabinete Mylene Gambale, que representou a cidade ao lado da corregedora-geral do município Dulce Bezerra de Lima. Entre os temas do encontro estiveram a Lei Anticorrupção, a responsabilização de servidores e entes privados, a ouvidoria pública, a fiscalização perante os Tribunais de Conta e a prestação de contas ao TCU, entre outros. “Foram detalhadas as diversas interfaces que a transparência tem no combate à corrupção, no desempenho do controle interno e na corregedoria e ouvidoria do município”, diz Mylene. A Prefeitura de São Caetano demonstra seu compromisso em realizar uma gestão transparente e responsável já nos primeiros dias do ano, criando novos instrumentos de informação e controle da sociedade. Além disso, em 20 de janeiro foram assinados os decretos 11.092 e 11.093, que instituem as figuras do Ordenador de Despesas e Gestor de Contratos, aumento mecanismos de responsabilidade e transparência nos procedimentos licitatórios, contratos, convênios e congêneres. No dia 31, a Prefeitura realizou curso de capacitação para os secretários e diretores a respeito das novas legislações. “A intenção de criar a Controladoria-Geral do Município demonstra a preocupação do prefeito em investir na transparência e em ferramentas de controle, para que se tenha uma gestão eficiente e rigorosa quanto aos gastos públicos”, afirma Mylene.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Padaria em São Bernardo furta quase 7 milhões de litros de água"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *