Educação de São Caetano amplia pontos de coleta de lixo eletrônico

938 0

Da Redação – A Secretaria Municipal de Educação de São Caetano do Sul está ampliando o número de pontos de coleta de lixo eletrônico na rede municipal, após o sucesso da experiência realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio (EMEFM) Arquiteto Oscar Niemeyer.

Nesta quinta-feira (24/9), representantes da EMEF Bartolomeu Bueno da Silva, EME Prof. Vicente Bastos e Centro Digital participaram de treinamento no Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação (Cecape) Dra. Zilda Arns, onde receberam orientações para transformarem suas unidades em locais de coleta.

O projeto que está sendo implantado nas unidades de ensino de São Caetano garante a destinação adequada de materiais eletrônicos velhos, como televisões, computadores, monitores e celulares. Os pontos de coleta não recebem apenas pilhas, lâmpadas (por uma questão de segurança dos estudantes), toners, cartuchos e aparelhos muito grandes, como fogões ou geladeiras.

“É preciso conscientizar as pessoas sobre a necessidade do descarte adequado de equipamentos eletrônicos, para que este lixo não gere prejuízos ambientais. Estes equipamentos geralmente possuem metais pesados e quando descartados incorretamente podem contaminar lençóis freáticos, chegando a causar prejuízos à saúde das pessoas”, explicou José Fernandez, do Instituto Nacional de Resíduos (INRE).

Além de representantes do INRE, que explicaram o funcionamento do projeto que atende diversas cidades do Brasil, também participou do treinamento aos educadores sulsancaetanenses o engenheiro ambiental Fernando Fontenelle D’Imperio, da empresa Loop Logística Reversa, parceira da iniciativa. As escolas de São Caetano não têm nenhum custo com a ação – os parceiros são responsáveis pelo transporte e reciclagem do lixo descartado.

Ao final do processo, um certificado de destinação ambientalmente adequada é emitido pela empresa responsável e encaminhado ao estudante ou morador que fez o descarte correto dos materiais, comprovando a sua participação na logística reversa de equipamentos eletroeletrônicos.

Sucesso – O educador Armando Pereira, que conduz o projeto de coleta de lixo eletrônico nas escolas de São Caetano, destacou o bom resultado atingido nos dois primeiros meses da ação na EMEFM Arquiteto Oscar Niemeyer. “A escola já recolheu 560 quilos de lixo eletrônico, que tiveram a destinação correta e geraram uma grande economia ambiental. Espero que esta ação tenha o mesmo sucesso nas outras unidades do município.”

Responsável pela Coordenação Pedagógica do Cecape, Paulo Sérgio Garcia explicou que o Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação não restringe suas atividades a palestras de formação e oficinas pedagógicas. “Nós também apoiamos parcerias como esta, para a coleta de lixo eletrônico, que é muito importante no contexto do ensino de Ciências e conscientização ambiental dos estudantes da rede. Esperamos que este projeto continue evoluindo.”

A previsão é que os novos pontos de coleta de lixo eletrônico estejam em funcionamento na próxima semana. Informações sobre horários para o descarte devem ser obtidas junto às próprias unidades de ensino – os endereços e telefones de todas elas estão disponíveis no site oficial da Prefeitura de São Caetano (www.saocaetanodosul.sp.gov.br).

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Educação de São Caetano amplia pontos de coleta de lixo eletrônico"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *