Remando para a Vida ajuda a manter vínculos de pacientes com a rede

945 0

Da Redação – Com o objetivo de promover inclusão social, noções de preservação ambiental e reabilitação terapêutica, o projeto ‘Remando para a Vida’ atende pacientes da rede de saúde mental de São Bernardo. As atividades ocorrem nas águas da Represa Billings, no Parque Natural Municipal Estoril, com a utilização caiaques e pranchas de stand-up paddle.

O projeto é desenvolvido há mais de três anos pela Prefeitura e conta com 35 embarcações. Na primeira sexta-feira de cada mês, os participantes coletam detritos nas margens da Represa.

As ações, que ocorrem três vezes por semana – quartas, quintas e sextas-feiras -, ajudam a manter os vínculos dos pacientes com as unidades de saúde em que são atendidos. “Fazer o tratamento em um local fechado é estressante tanto para o paciente quanto para os profissionais. Aqui substituímos o efeito das drogas pela adrenalina do esporte”, destacou o coordenador do ‘Remando Para a Vida’, Ricardo Augusto da Costa.

Esse é o caso de Robson Muchik de Oliveira, paciente do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD) Alvarenga, que está no programa há mais de um ano. “Às vezes me sentia desmotivado para ir até a unidade. Já aqui, além do contato com a natureza e com o esporte, não há diferença entre pacientes e profissionais. Somos todos iguais”, destacou.

Na manhã da última quinta-feira (14), cerca de 40 pessoas, entre pacientes do Caps AD Alvarenga e Centro e representantes de redes de saúde de outros municípios brasileiros, participaram das atividades.

Antes do início das atividades na água é feita uma roda de conversa com os participantes sobre as atividades do dia e a importância de manter o espaço do parque preservado. “Aqui falamos de tudo, menos de drogas, para que eles se sintam mais à vontade”, destacou o coordenador.

O projeto já recebeu visitas de profissionais de redes de saúde de cidades do Tocantins, Minas Gerais, Santa Catarina, Ceará e Goiás. “Estou conhecendo a rede de saúde mental de São Bernardo e acho interessante como todas as unidades são articuladas e interligadas”, destacou a coordenadora de enfermagem do hospital municipal de Morrinhos, Goiás, Isabela Cristina Nunes Costa.

O ‘Remando para a Vida’ é desenvolvido pela Secretaria de Saúde. As atividades de limpeza da represa são feitas em parceria com as secretarias de Segurança Urbana e Gestão Ambiental, com o apoio dos salva-vidas da Guarda Civil Municipal (GCM), que garantem a segurança dos participantes durante as atividades.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Remando para a Vida ajuda a manter vínculos de pacientes com a rede"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *