X Conferência dos Direitos da Criança e Adolescente define metas para 10 anos

1034 0

Da Redação – Jéssica Alves, 17 anos, e outros cinco adolescentes e crianças foram aplaudidos ao serem chamados para compor a mesa da cerimônia de abertura da X Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente. A adolescente Jéssica falou que quer mudar o mundo, como muitos de seus colegas, e que para isso é preciso participar, dizer o que se deseja.

“A gente tem de lutar, batalhar, porque, assim,  tudo o que a gente quer vai conseguir”, disse.  O evento, que teve como tema “ Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes”, reuniu mais de 500 pessoas, nesta quinta (15) , para a definição de propostas para a composição de um plano com ações para os próximos dez anos

As demandas apresentadas foram previamente discutidas em pré-conferências e também na VI Conferência Lúdica dos Direitos da Criança e do Adolescente, que aconteceu em 27 de março, na Clasa (Casa Lions do Adolescente de Santo André). Naquele Encontro , 160 jovens com idade entre 8 e 18 anos se reuniram para falar o que esperam em termos de políticas públicas em áreas como saúde, educação, segurança, cultura e lazer, entre outras.

“Aqui em Santo André as pessoas são ouvidas, pois nossa cidade tem política pública para todas as pessoas, seja para crianças, adolescentes, mulheres, negros e outros”, frisou a Secretaria de Inclusão e Assistência Social , Fátima Grana. Na Conferência, realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e a Secretaria de Inclusão e Assistência Social, foram eleitos 31 delegados adultos e 21 delegados crianças e adolescentes, que participarão da Conferência Regional que acontece no segundo semestre, envolvendo os sete municípios da Região do Grande ABC.

As decisões resultantes da Conferência Municipal serão apresentadas na Conferência Estadual e na Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, que acontece entre 14 e 18 de dezembro, em Brasília, cujo tema deste ano será “ Política e Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes – fortalecendo os Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente”. Para o Prefeito Carlos Grana, “não é possível aceitar a lógica de que o adulto decida sozinho o que é melhor para as crianças e jovens, pois eles é quem têm mais propriedade para falar sobre suas necessidade. E no que se refere a Santo André, quero reafirmar o compromisso com a realização das demandas resultantes dessa conferência”, frisou.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "X Conferência dos Direitos da Criança e Adolescente define metas para 10 anos"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *