ITESCS aponta inovação como principal ferramenta para o desenvolvimento do ABC

882 0

Da Redação – De acordo com o IBGE, o Grande ABC tem, aproximadamente, 7 mil indústrias e o quarto maior PIB do Brasil, com receita de R$ 70,3 bilhões. Mesmo assim, a taxa de desemprego é de 14%, o que traz uma onda de impactos negativos na cadeia econômica local. O potencial de desenvolvimento é grande, mas o empresariado precisa pensar em maneiras inovadoras para atração de negócios e criação de oportunidades. Estas foram as principais conclusões do seminário “Tecnologia e os caminhos para o desenvolvimento do ABC”, organizado pelo Instituto de Tecnologia de São Caetano – ITESCS.

Cerca de 200 pessoas acompanharam os debates realizados no auditório do Instituto Mauá de Tecnologia (IMT), liderados por representantes das áreas de comércio, serviço e indústria. Foram 04 horas de programação com informações, provocações e troca de experiências, distribuídas em 03 painéis: Economia – Desenvolvimento que gera emprego; Inovações – Soluções para um futuro melhor e Saúde e educação: bases para o desenvolvimento. Houve, também, espaço para um networking qualificado, onde os gestores participaram de duas rodadas de negócios, apresentando conceitos, produtos e serviços.

Na abertura, o reitor do IMT, José Carlos de Souza Junior, fez uma explanação incentivadora lembrando que, muitas vezes, as ferramentas para a inovação já estão disponíveis, mas precisam de um pensamento empreendedor que materialize o processo. “Há alguns anos um de nossos alunos teve a ideia de fazer propaganda nos elevadores utilizando televisores. Os elevadores e os televisores, obviamente, já eram tecnologias bem conhecidas, mas ele encontrou uma finalidade na união dos dois e, hoje, tem uma das maiores empresas do segmento publicitário”, contou o acadêmico.

Para Benício José de Oliveira Filho, que acabou de assumir a presidência do ITESCS, o evento cumpriu o objetivo de trazer inquietação. “O ABC é uma área estratégica, com um dos mercados consumidores mais expressivos do país. A crise chega primeiro e é mais forte aqui. Por isso é tão importante chamar a atenção para o leque de possibilidades e atividades além da indústria automobilística e moveleira”, finaliza.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "ITESCS aponta inovação como principal ferramenta para o desenvolvimento do ABC"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *