Apeoesp SBC faz evento para debater o Mês da Consciência Negra

1535 0

Da Redação – A Executiva da Apeoesp-São Bernardo promove neste sábado (14), a partir das 15h, à Rua Dom Paulo Mariano, 40, na Vila Duzzi, o evento Mês da Consciência Negra – Debate Regional contra o Racismo e o Preconceito. Na programação, a exibição do vídeo sobre Navio Negreiro; 2 – Campanha pelo feriado no Estado de São Paulo e no Brasil – Aldo Santos; 3 – Racismo “Acobertado” na Câmara Municipal de Santo André – Carlos Wellington; 4 – Mulheres Negras e Racismo – Josi e Márcia e 5 – Racismo nas Universidades e a urgente necessidade das cotas sociais e raciais na Faculdade de Direito São Bernardo – Marcos Quintela.

Para o professor e ex-vereador Aldo Santos, o Mês da Consciência Negra merece mais atenção por parte da população e dos trabalhadores. “É urgente a organização e o avanço da luta pelo feriado no dia 20 de novembro no Estado de São Paulo e no País. No mês de Novembro vamos mais uma vez debater as inúmeras manifestações de discriminação racial que cotidianamente agride nosso povo. Manifestações deprimentes nos campos de futebol, as brincadeiras raciais naturalizadas no cotidiano escolar e até nos livros didáticos, bem como, em alguns ambientes universitários devem ser prontamente combatidas”, destaca Aldo Santos.

Segundo ele, a única forma de combater essa violência é avançar no processo educacional, denunciando as causas materiais, enfrentando as posturas efetivamente preconceituosas e reacionárias. “No contexto das violações dos direitos sociais e humanos e no combate ao conservadorismo, ao fundamentalismo, ao machismo e a lgbtfobia, se faz necessário participarmos da luta pelo “Fora Cunha” e pelo “Não a Política de Capitulação de Dilma e do PT”, completa.

Aldo vai mais longe. “Os organizadores do debate querem pautar o avanço da luta pelo feriado estadual e nacional, uma vez que em várias cidades os capitães do mato tramam contra o feriado nas cidades, ora desobedecendo e tentando descaracterizar a data com o pleno funcionamento do comércio, ora forçando as câmaras municipais e os executivos a revogarem as referidas leis aprovadas”, disse.

Como parte da nossa atuação e das cobranças aos governantes, encaminhamos oficio ao secretário de educação do Estado de São Paulo com o seguinte teor: “Vimos por meio deste solicitar a intermediação para realização  de uma reunião  junto ao governo do Estado de São Paulo, visando  apresentar nossa justificativa sobre a necessidade do ferido estadual no dia 20 de novembro de cada ano, em memória a luta histórica de Zumbi dos Palmares, assassinado no dia 20 de novembro  em 1695 em plena batalha contra a escravidão em nosso País.

Essa pauta faz-se necessária, diante da contradição existente, uma vez que dezenas de cidades aprovaram leis especificas sobre esta finalidade e o Estado fica “indiferente”  aos feriados  em pauta. Aguardamos que o Governador também faça sua parte em memória e respeito a esse seguimento que não pode mais  ser vítima de qualquer tipo de diferenciação, indiferença ou preconceito em relação a esta  deprimente temática”.(grifo nosso)

A organização solicita que as unidades escolares, entidades populares, sindicais, partidárias e estudantis, contribuam educacionalmente para erradicarmos o racismo do nosso convívio. “Sugerimos que os colegas promovam debate sobre essa temática nas unidades escolares com o apoio necessário das Coordenações Regionais da APEOESP e da APROFFESP, com materiais pedagógicos, bibliografias e vídeos pertinentes”.

Aldo diz ainda que, caso haja necessidade, estará à disposição para exposição nas respectivas unidades escolares sobre essa temática. “Temos importante acervo disponível aos interessados. Propomos ainda abrir o debate nas unidades escolares e demais entidades sindicais, populares e estudantis, divulgando abaixo assinado dirigido ao governo do Estado e a presidenta Dilma, via petição eletrônica”, conclui.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Apeoesp SBC faz evento para debater o Mês da Consciência Negra"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *